Gestor Financeiro Pessoal

Aposentadoria |

Aposentadoria: 3 vilões, 2 aliados e 3 armadilhas


por GestorFP

Para traçar o planejamento financeiro para aposentadoria, precisamos definir e delimitar os objetivos. Uma vez estabelecidos, é preciso ter ciência de que os objetivos não vão acontecer por conta própria. Devemos fazer algo a respeito: planejar e executar.

No planejamento, há três vilões: (1) não sabemos o montante mensal dos nossos gastos e receitas na aposentadoria; (2) não sabemos a taxa de inflação até a data da aposentadoria nem durante a aposentadoria; e (3) não sabemos da nossa longevidade e, por isso, não podemos apontar quanto tempo vai durar a aposentadoria (isso é a expectativa de sobrevida).

Para todos esses vilões, a solução passa por estimativas, previsões, hipóteses e minimização da exposição às incertezas.

Felizmente, também existem os aliados: (1) os juros compostos e (2) o planejamento tributário.

Quanto maior for a taxa de juros e quanto maior for o prazo de acúmulo de capital até a aposentadoria, mais fácil é o caminho a trilhar. Quanto melhor for seu planejamento tributário, menos você pagará de impostos e maior será sua contribuição para o acúmulo de capital. Maior contribuição, maior taxa e maior prazo são tudo de que precisamos para um planejamento eficiente e eficaz.

Infelizmente, há armadilhas: (1) começar muito tarde, (2) contribuir (depositar) muito pouco e (3) investir de forma muito conservadora.

Estando atento a esses aspectos, mantendo a disciplina e contando com o conhecimento e o acompanhamento de uma assessoria financeira idônea e experiente, temos tudo para alcançar o sucesso.

A GestorFP desenvolveu uma planilha simples para o cálculo do valor dos depósitos mensais no planejamento para a aposentadoria. Baixe gratuitamente clicanco aqui.