Gestor Financeiro Pessoal

Aposentadoria |

O que levar em conta na definição do plano de previdência?


por GestorFP

A previdência privada tem suas regras específicas, mas funciona como um fundo de investimentos. Dessa forma, não pense na previdência privada como uma extensão da previdência pública: as características são totalmente diferentes: por exemplo, na previdência pública, a partir da primeira contribuição, você já tem direito aos benefícios, uma vez que aqueles que contribuem há mais tempo financiam os benefícios daqueles que entraram há pouco tempo; na previdência privada, você é responsável por seu benefício pois é você que acumula seu benefício ao longo dos anos.

Uma vez decidido por contratar um plano de previdência privada, atente para os seguintes pontos: primeiro, é preciso conhecer as várias opções (PGBL ou VGBL e tabela progressiva ou regressiva); segundo é preciso escolher a mais adequada a seu perfil e a seus objetivos.

Vamos lá:

Definição em função do tipo de Declaração do Imposto de Renda:

Se simplificada, indicação de VGBL; se completa, indicação de PGBL.

Definição em função da faixa de renda e do horizonte de tempo:

Se renda até o limite da alíquota de 15% (em torno de R$3.000,00/mês) e horizonte de tempo até 4 anos): indicação de regime tributável (tabela progressiva); se renda maior que o limite da alíquota de 15% e horizonte de tempo maior que 4 anos: indicação de regime definitivo (tabela regressiva).

Definição em função do tipo de renda do contribuinte: 

Se seus rendimentos são, na maior parte, tributáveis: indicação de PGBL; se são rendimentos tributados exclusivamente na fonte (13º, fundos de investimentos, CDBs, títulos públicos): indicação de VGBL; se são rendimentos isentos: indicação de VGBL.

Além disso, fique atento aos pontos:

Taxa de carregamento: equivale a uma determinada parte de cada aplicação efetuada pelo futuro aposentado, ou seja, é um percentual sob cada aplicação que o contribuinte efetua. Por exemplo, para uma taxa de carregamento de 5%, a cada R$100,00 que você aplica, R$5,00 são pagos como carregamento e os outros R$95,00 são investidos;

Taxa de administração: corresponde a uma taxa anual baseada em uma porcentagem sobre o patrimônio aplicado e deve ser paga mensalmente;

Rentabilidade média histórica do fundo de previdência;

Perfil de risco do plano/fundo;

Gestão ativa x gestão passiva.

Vamos falar mais sobre isso na próxima palestra online (qu acontece no dia 14/08/2013). Entre em contato (clique aqui) para solicitar e receber o link da sala de aula virtual. A palestra é gratuita e dura cerca de 45 minutos.

Rodrigo Leone