Quanto custa sua negligência nos investimentos?

O CDI é o indexador mais utilizado para balizar* os investimentos em renda fixa. Até mesmo a caderneta de poupança (quando a Taxa Selic fica abaixo de 8,5% ao ano) fica com sua rentabilidade associada ao CDI (no caso 70% do CDI).

*Gosto da palavra balizar, porque traduz exatamente nosso entendimento sobre a taxa CDI: não faz sentido você ter investimentos rendendo menos que essa taxa.

Por que?

Porque os bancos emprestam recursos entre eles a essa taxa (CDI é a abreviação para certificado de depósito interbancário), e é claro que essa operação é livre de risco. Ou seja, se você “investe” (coloquei entre aspas de propósito) em banco a uma taxa de 90% do CDI, o banco vai ganhar de graça um prêmio de 10% do CDI com os seus recursos, sem correr nenhum risco e sem nenhum esforço.

Porque os fundos de investimento têm acesso a produtos que remuneram o mesmo que o CDI. Como, ao aplicar em fundos, você está dando a “procuração” para o gestor investir em seu nome e, para tanto, está pagando uma taxa de administração, você deve exigir que o fundo retorne, pelo menos, 100% do CDI, já líquido dessa taxa de administração. O gestor tem que se pagar.

Assim, qualquer investimento deve render, no mínimo, 100% do CDI.

Partindo desse balizador, é SEU dever tomar conta do seu dinheiro e dos rumos do seu dinheiro. Deixar seus recursos de curto, médio e longo prazos no banco sob o olhar único do gerente, ou na corretora de valores apenas a cargo de seu assessor de investimentos é não dar a importância devida a esses recursos. O mesmo vale para deixar com o governo o planejamento e o controle de tudo que você tem para se aposentar.

Por mais que seus investimentos sejam de longo prazo, por mais que você não tenha conhecimentos financeiros, por mais que você confie no seu gerente de banco (ops!) ou seu assessor de investimentos, por mais que você não goste de finanças, por mais que você tenha medo (medo muitas vezes é desconhecimento), por mais que você não tenha tempo, por pior que tudo possa ser (kkk), o dinheiro é seu (e deve ter sido difícil juntá-lo), as decisões devem ser suas, e é você que receberá os resultados (sejam eles bons ou ruins).

Abrir mão disso é irresponsabilidade. No mínimo, negligência.

Na Go Up Investimentos, gostamos de trabalhar em conjunto, bem próximos a nossos clientes. Dessa forma, os clientes aprendem sobre economia, produtos e mercado financeiro, participam ativamente das decisões de investimento, motivam-se, comprometem-se cada vez mais, conseguem melhores resultados, e todos nós atingimos nossos objetivos com mais eficiência.

E não é preciso tanto tempo assim, não. Bastam, em média, 2 horas por mês.

Agindo dessa forma, a diferença é imensa ao final de 10 anos. O gráfico a seguir ilustra esse fato: R$100.000,00 investidos a 90% do CDI (negligenciados), a 100% do CDI (mínimo exigido) e a 150% do CDI (totalmente possível com sua dedicação), tomando por base os CDIs mensais de janeiro/2008 a setembro/2018. Os resultados são, respectivamente, R$262.400,50, R$291.953,57 e R$497.114,50.

A setinha verde indica a negligência que, nesse exemplo, vale R$205.160,93, ou 70,27% de oportunidade perdida.