Gestor Financeiro Pessoal

Educação financeira |

Como aproveitar a Black Friday


por GestorFP

Essa semana, tratamos das vantagens e dos cuidados relacionados à Black Friday, tanto no Correio Debate, quanto no Correio Manhã. Segue aqui uma lista do que precisa ser lembrado:

– Faça as contas de quanto pode gastar. Respeite seu orçamento. Se pretende parcelar as compras, atente para os gastos dos próximos meses. Lembre-se de que, na virada do ano, há muitas despesas extras. Tome cuidado para não aproveitar a Black Friday e ganhar de brinde um dezembro e um 2016 no vermelho!

– Faça uma lista do que você precisa comprar, inclusive com as quantidades. Pode ser aquele eletrodoméstico, aquele sofá, ou aquele guarda-roupa que você vem “paquerando” há tanto tempo (e que estão realmente fazendo falta!) ou, até mesmo, uma calça, um sapato, uma camisa que irão substituir as já “batidas e amareladas” que você vem usando. Saber diferenciar o precisar do querer é ponto chave em finanças pessoais. Promoções do tipo “leve 4 e pague 3”, quando você só precisa de 2, não é economia nenhuma;

– Se vai aproveitar as promoções para comprar os presentes de Natal, peça para lhe passarem opções. O melhor presente é sempre aquele que o presenteado está, de fato, precisando! Melhor ainda se você tiver opções para encaixar todos os presentes no seu orçamento;

– Com sua lista e as opções de presentes, visite lojas físicas e site na internet para anotar os preço praticados antes da Black Friday. Isso é imprescindível, pois, muitas vezes, a promoção é um preço pela metade do dobro, ou seja, nenhum desconto efetivo. Sugiro que visite os sites de comparação de preços: muitos deles têm um carimbo atestando que o preço realmente está mais baixo e têm o histórico dos preços médios praticados. Isso vai permitir que você não caia na pegadinha do desconto que não existe;

– No dia da promoção, visite duas ou três lojas antes de comprar o que precisa. Você já saberá os preços históricos e poderá negociar mais descontos. Sempre há espaço para pechinchar. Estamos em um período de recessão, vendas abaixo da média, em que as lojas querem aproveitar dias como a Black Friday para recuperar o faturamento e, portanto, estão dispostas a melhorar as condições. Tenha ciência de que você é a peça mais importante na relação de compra e venda. A loja quer vender e você decide se vai comprar. O dinheiro é seu. Você que manda!

– Não caia na tentação de aproveitar que já está gastando para levar mais coisas por impulso. Por dois motivos: primeiro porque, se não está na sua lista, não é necessário; segundo porque você não terá feito a pesquisa de preço desses itens por impulso e pode terminar pagando mais caro na loja em que está fazendo as compras planejadas.

Bom. Espero ter ajudado. Boas compras e consumo consciente!!