Gestor Financeiro Pessoal

Educação financeira |

Ensine seu filho a poupar!


por GestorFP

Ensinar seu filho a poupar é importante por duas razões:

Primeiro porque, para poupar, é preciso economizar, gastar menos do que recebe, e esse cuidado faz deles consumidores mais conscientes, aqueles que sabem a diferença entre querer e precisar, que não se deixam levar por promoções, que não compram por impulso, que não desperdiçam, que pesquisam e negociam preço e forma de pagamento.

Uma das maiores verdades em finanças pessoais é aquela que diz que o importante não é quanto você ganha, mas, sim, quanto você gasta.

Segundo porque, ao poupar, cria-se o hábito do planejamento. Por exemplo, se você não comprou aquele brinquedo que seu filho tanto pediu (porque não era hora, porque estava fora do seu orçamento, etc.), sugira a ele que poupe para conseguir comprá-lo com seu próprio esforço. Trace o plano com ele: definam a meta e o prazo e vejam quanto é preciso poupar para alcançá-la. Ou definam a meta e quanto consegue poupar, para calcular o prazo necessário.

Claro que para isso, assim como para aprender a gastar menos do que recebe, é preciso que seu filho receba uma mesada ou uma semanada. Dessa quantia, ele vai precisar separar uma parte para poupar e poderá gastar a outra parte. Com o que quiser. Afinal, o dinheiro é dele. Mas é claro que, quanto menos gastar, quanto melhor utilizar a “grana”, mais sobrará para a poupança e para o sucesso do planejamento.

Você verá que, a cada conquista, seu filho vai dar mais valor ao hábito de poupar.